11 de jun de 2014

Michael Zager Band - Let's All Chat


Receita da Vovó

Ingredientes:
Receita para aquecer uma noite morna de sábado? Aposte nos clássicos! Provavelmente você não se lembrará do nome de Michael Zager, mas bastará alguns segundos ouvindo seu hit "Let's All Chant" para juntar groove à pessoa.

Modo de Preparo:
Solte o som para se inspirar, vista uma roupa insinuante e dirija-se ao elevador do seu prédio. Desça no andar daquele vizinho sensual, porém misterioso. Dirija-se à porta do rapaz e aperte a campainha. Desabotoe mais dois botões de sua camisa. Quando ele atender, aplique o golpe da xícara de açúcar. Além de sensual e misterioso, ele é tremendamente ingênuo e traz a você uma xícara de açúcar. Improvise. Jogue o açúcar sobre seu próprio corpo e peça para ele provar para ver se está suficientemente doce. Além de sensual, misterioso e ingênuo, ele é subsíndico, lhe dá uma bronca pela sujeira em área de uso coletivo e ameaça com uma multa. Você tenta um último trunfo: o golpe do "eu faço qualquer coisa para não receber a multa". Ele topa. E vai buscar uma vassoura e uma pá para você limpar a sujeira. Você termina a noite fazendo sexo por interfone com o porteiro da madrugada.

Serve bem com:
Açúcar, trajes sumários, autoconfiança e solicitações de duplo sentido. Optar pela escada é opcional.

Rendimento:
Serve uma pessoa sem a mínima noção de approach.

 

10 de jun de 2014

Jupiter - Saké


Gourmet Cuisine

Ingredientes:
Saquê combina com croissant? Ooh la la, com certeza! Eles são franceses e cantam em inglês sobre bebidas japonesas. Uma receita daquelas! "Saké" é um dos singles de Juicy Lucy, o primeiro álbum do Jupiter, um disquinho tão animado quanto refinado. Uma boa pedida!

Modo de Preparo:
Receba em casa uns amigos descolados para relaxar e trocar uma ideia. Prepare umas caipirinhas de saquê. Solte o som para descontrair. Depois da quinta rodada de drinks, sugira a jogo "verdade ou consequência" com uma das garrafas de saquê já vazia. Em seguida, convide seus amigos para uma reflexão sobre a mentira ser intrínseca ao ser humano e a verdade, um conceito inatingível. Logo, pulem direto para as consequências. Acorde no dia seguinte, na sua cama com uma puta cefaleia, amnésia alcoólica, uma calcinha preta enfiada na cabeça e todos os seus amigos completamente nus dormindo de conchinha coletiva.

Serve bem com:
Muito saquê, uma certa dose de intimidade, limão, morango e kiwi a gosto. Engov é opcional.

Rendimento:
Serve um grupo de amigos que só precisam de uma boa desculpa.

8 de jun de 2014

Crystal Waters - Makin' Happy


Dica do Chef

Ingredientes:
Para você que está cansado das divas-miojo, aqui vai uma macarronada completa. "Makin' Happy" é um dos primeiros sucessos na carreira de Crystal Waters, que ganhou uma versão definitiva com o remix de Steve "Silk" Hurley.

Modo de Preparo:
Aposte na Mega Sena. Ganhe o prêmio. Dê play na música para festejar. Pegue a grana. Reserve. Desconfie de todos que, se agora descobrirem seu atual status de riqueza, vão se aproximar por interesse. Arranje um trampo de balconista numa loja de conveniência de posto de gasolina. Espere, com este disfarce, encontrar um amor verdadeiro, que seja por você e não pela grana. Um belo dia, aquele frentista tímido do turno da madrugada vai começar a flertar com você. Aceite tomar um chopp com ele. Vocês se apaixonam e trocam juras de amor. Então, ele confessa que, na verdade, é um milionário disfarçado à procura de um grande amor. Você também revela seu segredo. Vocês se casam e juntam sua fortunas. Compram uma ilha no Mediterrâneo, onde celebram a união com um luau. Contrate Crystal Waters em pessoa para cantar "Makin' Happy" a capella durante a cerimônia.

Serve bem com:
Bilhete premiado, macacão de posto, documento falsificado, troca de óleo e reviravoltas bombásticas. Lavar o para-brisa é opcional.

Rendimento:
Serve duas pessoas ricas que acreditam no direito de amar.


6 de jun de 2014

Kiesza - Giant in my Heart


Saindo do Forno

Ingredientes:
A cantora, compositora e multi-instrumentista (combo + tortinha de maçã como sobremesa) Kiesza saiu do Canadá para o mundo na carona do revival da house music noventista. Depois de pular feito pipoca no vídeo de estreia "Hideaway", a menina-prodígio mantém o fôlego com o seu segundo single "Giant in my heart".

Modo de Preparo:
Compre uma peruca loira. Prefira as lisas com cachos nas pontas. Reserve. Procure uma vaga de emprego como telemarketing da TIM. Passe na entrevista. No primeiro dia de trabalho, após o telefonema desaforado de um cliente insatisfeito, retire a peruca de sua mochila Nike falsificada e coloque-a na cabeça. Solte a música no sonzinho portátil e inicie uma coreografia enquanto discurso contra o preconceito à categoria. Registre a performance e viralize em redes sociais com o título "Telemarketing também é gente".

Serve bem com:
Peruca de canecalon egípcio 800 fios, Baconzitos, Toddynho, Twitter e Facebook. Gif animado e canal no Youtube são opcionais.

Rendimento:
Serve milhões de pessoas ávidas por conteúdo em suas redes sociais.

 

4 de jun de 2014

Opus III - I Talk to the Wind


Chá de Cogumelo

Ingredientes:
No começo dos 90, os ingleses do Opus III borrifaram perfume psicodélico na dance music, produzindo esta cover da banda de rock progressivo King Crimson. A voz e o visual inconfundíveis da vocalista Kirsty Hawkshaw adicionaram uma pitada alucinante à receita de "I talk to the wind".

Modo de Preparo:
Coloque a música no modo on repeat e aumente o volume. Chupe uma bala Soft sabor ayahuasca até perceber que as paredes do seu quarto estão derretendo. Certifique-se que não é infiltração em dia de chuva. Ligue o ventilador no seu rosto e comece a conversar com ele. Deixe que o efeito de voz robótica lhe conduza a uma dimensão paralela onde uma tecnocracia utópica é governada por máquinas sapientes movidas por energia eólica. Acorde no dia seguinte, no chão do quarto e com dor na ponta do nariz (que deve ter batido no ventilador algumas vezes).

Serve bem com:
Suco de couve, camisolão tie-dye, coroa de flores do campo, incenso de flor da laranjeira, pôster do Ganesha na parede. Redinha de proteção na janela do quarto é opcional.

Rendimento:
Serve duas pessoas. No caso, você e sua projeção astral que foi dar um rolezinho com o vento e já volta.

3 de jun de 2014

Masters at Work - Work 2007


Dica do Chef

Ingredientes:
Remix or not remix, that's the question! As lendas do house novaiorquino, Kenny "Dope" Gonzales e "Little" Louie Vega, que comandam o projeto Masters at Work, dão um temperinho latino às suas produções desde os 80. "Work" saiu como single originalmente em 2001, mas é a versão de 2007 que será servida aqui no blog.

Modo de Preparo:
Dispense a diarista e deixe de limpar sua casa por três semanas. Não lave suas roupas até que o último par de meias Lupo esteja limpo. Quando tudo estiver uma zona de guerra apocalíptica, coloque suas galochas da Monster High, seu avental de animal print, material de limpeza a gosto e aperte o play do seu aparelho de som. Não pare até que o último ácaro do tapete seja erradicado e as coreografias para a balada de mais tarde estejam decoradas.

Serve bem com:
Janelas abertas, aspirador de pó, vassoura, balde, água sanitária, Veja Multiuso, Omo Líquido, ferro de passar e Clight Abacaxi com Hortelã no intervalo. Celular desligado é opcional.

Rendimento:
Serve seis visitantes que serão muito bem recebidos num ambiente limpo e organizado. Mas o suco acabou, só tem água.

 

2 de jun de 2014

Flight Facilities feat. Jess - Foreign Language


Gourmet Cuisine

Ingredientes:
Nem tudo é INXS e Midnight Oil na terrinha dos cangurus. Nos últimos tempos, os australianos têm mostrado um toque de midas no quesito som para pistas de dança. Como é o caso da dupla Flight Facilities, que mergulha de cabeça na onda nu disco (não, gente, não tem nenhum disco pelado, "nu" é só uma forma descolada de escrever "new" hashtag fica a dica). E Foreign Language é uma descarada homenagem aos anos 70, tanto na voz deliciosa de Jess Higgs, quanto neste vídeo que é pura nostalgia.

Modo de Preparo:
Compre uma passagem para Ibiza. Primeira classe, óbvio. Ao chegar no portão de desembarque, conecte o fone de ouvido no seu iPhone 5 e dê play na música. Entre no primeiro free shop que aparecer e dê vazão à sua cleptomania latente. Abra sua maxibolsa Louis Vitton e comece a afanar todos os kit kats de wasabi possíveis. Com câmeras registrando tudo, um segurança do aeroporto, rude e viril, fará um convite para que você se dirija a um lugar reservado. Resista um pouco, para que ele te pegue pelo braço. Na salinha de interrogatório, faça um draminha básico, com lágrimas de crocodilo e alegações no estilo "yo no speako español! yo no understando!". No fim, descole o whatsapp do segurança.

Serve bem com:
Maxibolsa de grifes europeias, smart phones de última geração, oclão vintage, lurex, veludo molhado, estampa floral com todas as cores do universo. Batom 24 horas opcional.

Rendimento:
Serve uma pessoa viciada em adrenalina.

 

1 de jun de 2014

Vanity Six - Nasty Girl


Receita da Vovó

Ingredientes:
A primeira receita do Bite the Beat fica por conta do paladar picante do trio Vanity Six. Coisa finíssima, safra de 1982. O primeiro metrossexual da música pop, Prince, lançou as moças, que gravaram apenas um álbum repleto de pombagirismo nível 5. Uma das faixas do disco, Bite the Beat, inspirou o nome deste blog. Yeah, baby! Mas foi Nasty Girl o maior hit do grupo, que, inclusive, ganhou cover de Inaya Day em 2004. Enfim, nada como debutar em grande estilo com estas musas do electrofunk.

Modo de Preparo:
Descole uma garrafa de vodca. Dispense o copo e aposte no gargalo. Abra a porta do roupeiro, aquela que tem espelho de corpo inteiro. Solte o som no volume máximo e faça um striptease para a sua própria pessoa. Sim, você arrasa! Sim, você samba na cara da concorrência!

Serve bem com:
Vodca, lingerie sexy (do gênero da sua preferência), látex, vinil, rendas, fendas, caras e bocas a gosto. Salto alto e calda derretida de chocolate são opcionais.

Rendimento:
Serve uma pessoa que apertou o botão foda-se.